Skip to content


Permissões no Linux com ACL

As permissões que geralmente conhecemos no Linux são de leitura, escrita e execução, que podem ser atribuídas para o dono, para o grupo e para outros.

Porém, nem sempre essas combinações de permissões são suficientes para nossos sistemas, como por exemplo, para sistemas de arquivos em servidores.

Para afinar melhor as permissões, podemos utilizas as ACLs, que permitem dar permissões diferentes para cada um dos usuários, ou grupos que você quiser.

Primeiramente, você deve ter o kernel da família 2.6 e uma partição do tipo: ReiserFS, Ext2, Ext3, JFS ou XFS.

Depois, sua partição deve estar montada com a opção ACL, para isso, adicione essa opção no fstab. Para testarmos rapidamente, simplesmente remonte sua partição com acl:

mount -o remount,acl

Você também deve ter os aplicativos do acl instalados:

apt-get install acl

Agora então, você pode utilizar as permissões por ACL, com os comandos: getfacl e setfacl

Para definir as permissões, utilize:

setfacl -m user:SEU_USUARIO:SUA_PERMISSÃO ARQUIVO

Exemplo:

setfacl -m user:jeiks:rw arquivo.txt

Pode ser também para o grupo:

setfacl -m group:jeiks:rw arquivo.txt

E para ver as permissões faça:

getfacl arquivo.txt

Só lembre-se de dar permissão a ACL também a pasta que contém o arquivo. Muitas das vezes, a falta de permissões de execução na pasta superior acarreta erros para ler e escrever nos arquivos.

Para saber quais os arquivos ou pastas que tem permissões ACL, basta listá-los utilizando o formato longo:

ls -l arquivo.txt
-rw-rw-r--+ 1 root root 0 Jul 19 10:07 arquivo.txt
ls -ld pasta
drwxrwxr-x+ 2 root root 4096 Jul 19 10:08 pasta/

abs

Postado em 🐧 GNU/Linux 🐧.


0 Respostas

Fique por dentro da conversa, assine o Feed deste post   em RSS.



Some HTML is OK

ou, responda este post através de um trackback.